Réu tem a boca tapada com fita adesiva por ordem de juiz

Um juiz de um tribunal em Cuyahoga (Ohio, EUA) ordenou que a boca de um réu fosse tapada com fita adesiva a fim de que ele parasse de falar sem autorização durante audiência.

Em dezembro, Franklyn Williams, de 32 anos, foi condenado por roubo, sequestro e fraude com cartão de crédito. Nesta semana, ele teve a sentença de 24 anos de prisão proferida pelo juiz John Russo, atesta o Extra.

Durante a audiência, Franklyn se mostrou agitado, contou o canal Fox8. Após várias advertências ignoradas, ele foi submetido à medida extrema.

“Minha ideia não era silenciar o senhor Williams para sempre. Ele teria tempo para falar quando fosse adequado”, disse o magistrado.

02/08/2018