Flamengo coloca em prática ‘revolução’ de Jesus em estreia de risco contra o Athletico

Em 20 dias, uma revolução que vale por dois anos. Após a conturbada demissão de Abel Braga, Jorge Jesus estreia hoje pelo Flamengo, contra o Athletico, às 21h30 (de Brasília), na Arena da Baixada, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Mais do que uma partida decisiva, esta será a primeira oportunidade para o treinador português mostrar serviço no Brasil e colocar em prática os conceitos aplicados no período de treinamento no Ninho do Urubu.

Além de novas ideias de jogo, o técnico promoveu mudança de filosofia de treinamento, com foco na parte disciplinar dentro e fora de campo. Os jogadores sentiram na pele o aumento da carga de trabalho e a maior rigidez para executá-la.

– Ele destacou que temos que ter bastante intensidade na marcação. Podem ver que vamos correr um pouco mais – avisou Bruno Henrique.

O time sofreu ajustes drásticos. Baseado nos treinos e amistosos, Jorge Jesus alterou o esquema para um 4-2-3-1 que pode virar 4-4-2, com dois atacantes por dentro. O conceito tático exigirá intensidade e marcação de todo o time.

Sem Éverton Ribeiro, que ainda se recupra de uma torção, Gabigol aparece como ponta pelo lado direito, depois de atuar desde o começo da temporada como centroavante. Ao lado dele, Bruno Henrique, também deslocado do lado para o centro, informa o Extra.

Também por dentro, Vitinho, que ressurgiu com Jorge Jesus e terá uma função de segundo atacante. A maior novidade é a Rafinha, único reforço para o segundo semestre, na lateral-direita.

Nessa formação, Diego recua para ajudar na marcação como um segundo volante, posição em extinção no Flamengo segundo o treinador. Arão, soberano até aqui, vai para o banco.Além dele, o jovem Ronaldo foi emprestado e reforça o Bahia. Dos que jogam, Cuéllar é o único homem de marcação.

Influência no mercado

O Flamengo repaginado ainda aguarda a chegada de reforços. Depois de um aporte financeiro considerável em janeiro, o clube está no mercado em negociação por um zagueiro, um lateral-esquerdo e um atacante, além do segundo volante já citado.

Os nomes de Filipe Luís, que deixou o Atlético de Madrid, de Jemerson, do Monaco, de Gerson, da Roma, e de Pedro, do Fluminense, estarão no radar até o dia 31 de julho, data de fechamento da janela internacional.

Para que o planejamento não sofra novas alterações, Jorge Jesus precisa estrear com o pé direito contra um um dos adversários mais complicados para o Flamengo nos últimos anos. Dos 30 jogos realizados na Arena da Baixada, o Rubro-Negro venceu apenas dois – sendo o último triunfo em 2011, pelo Campeonato Brasileiro. Na grama sintética, o clube ainda não conseguiu sair vitorioso.

O jogo de volta está marcado para o dia 17, no Maracanã. O Flamengo está nas quartas de final após eliminar o Corinthians na fase anterior, ainda sob comando do auxiliar Marcelo Salles. Caso avance, o chaveamento até a decisão está definido: enfrentará Bahia ou Grêmio na semifinal, e Palmeiras, Internacional, Cruzeiro ou Atlético-MG na decisão.

10/07/2019